Claudia di Moura dá opinião sincera sobre representatividade negra na TV

Ao portal Contido, Claudia di Moura deu sua opinião mais do que sincera sobre a representatividade negra na TV brasileira. Desse modo, deixou claro que é mais do que necessário que negros e negras assumam papéis em todas as obras. As falas da atriz estão viralizando na web nesta quinta-feira (11). Quer ficar por dentro de tudo sobre esse assunto? Então, vem conosco conferir tudo sobre ele aqui no Saiu No Jornal.

”Essa é a dimensão qualitativa da representatividade. Queremos não apenas ser vistos, mas também escolher de que modo somos vistos. Queremos mais atores negros em tela, mas também em papéis que não reiterem estereótipos racistas e que sirvam de referência construtiva. Isso não significa que devemos ser sempre os mocinhos, imaculados”, disparou Claudia di Moura.

Além disso, confira também essa matéria: Renata Martins, ex-funcionária de Xuxa, confessa ter sido obrigada a participar de evento de prostituição

Claudia di Moura, ainda, apontou que ela e os demais negros querem personagens complexos, mas não mais submissos, não mais escravizados. Afinal, eles não querem que a existência deles seja condicionada a uma situação de vulnerabilidade social e de subserviência em nenhuma esfera, mesmo que na ficção.

”Cara e Coragem definitivamente é uma obra feminina, escrita, dirigida, produzida e protagonizada por mulheres. Isso é uma conquista histórica e exemplar, resultado de uma luta centenária contra o machismo que domina os meios de produção. No que toca à representatividade negra, a novela acerta ao trazer a família Gusmão para vestir a nossa pele. Fico na expectativa de que as discussões provocadas por essa escalação se avolumem e ajudem a tornar decisões criativas como essa mais e mais recorrentes”, apontou, ao elogiar essa obra da TV Globo.

Por fim, Claudia di Moura, uma das principais personagens de Cara e Coragem, deixou claro que quer, cada vez mais, projetos autorais, papéis cada vez mais desafiadores e histórias cada vez mais apaixonantes. Afinal, ela apenas busca por liberdade, leveza e alegria. “Desejos maiores que os medos, firmeza nos passos, doçura nos gestos. É isso que a vida espera de mim”, apontou.

Não deixe de conferir também essa outra matéria: Lúcia Veríssimo fica indignada com flagra em aeroporto: “embrulha o estômago”

preloader image
Carregando Texto...